Prevenir o Extremismo Violento

O número de ataques extremistas violentos cometidos um pouco por todo o mundo tem aumentado bruscamente nos últimos anos. As escolas e estudantes têm sofrido mais ataques do que nunca.

Um passo importante para prevenir ataques violentos no futuro e minimizar as causas do extremismo violento. A prevenção do extremismo violentos é extremamente complexa e envolve vários atores e partes interessadas. Embora a educação seja frequentemente alvo de extremismo violento, também pode ser parte da solução para reduzir as formas de violência.

Iraq
© E. Kinskey, IRC

A educação tem duas "faces". Por um lado pode promover a inclusão, fortalecer a coesão social e fomentar uma cidadania mais participativa. Por outro lado, a educação pode exacerbar tensões e divisões existentes, reproduzir estruturas de exclusão e desigualdade e promover práticas prejudiciais e comportamentos violentos. Consequentemente, as práticas educativas devem debruçar-se sobre o espaço dentro e fora da sala de aula, no sentido de dar resposta a todas as causas de violência e extremismo violento.

Extremismo violento corresponde ao uso de violência de acordo com um compromisso ideológico, no sentido de atingir determinados objetivos de índole política, religiosa ou social. Esses atos violentos podem ser realizados por qualquer indivíduo ou grupo com diferentes crenças e ideologias.

Uma das formas de concetualizar os fatores que podem estar na origem do extremismo violento é a ideia de influências de "repulsão" e de "atração":

  • ‘Fatores de repulsão’ podem incluir marginalização, desigualdade, discriminação, perseguição, a negação de direitos e liberdades civis; e situações de injustiça relacionadas com fatores ambientais, históricos e socioeconómicos, reais ou percecionadas
  • ‘Fatores de atração', pelo contrário estes fatores podem alimentar o recurso ao extremismo violento a nível individual e psicossocial. Por exemplo: grupos extremistas violentos podem ser uma fonte de prestação de serviços, emprego e dinheiro. Os grupos podem atrair novos membros oferecendo perante situações de injustiça, a esperança, justiça e um propósito. Estas redes podem ser um fator de atração muito significativo para a juventude, já que os grupos extremistas podem-lhes oferecer a sensação de aceitação e validação (UNESCO, 2016).
  • No entanto, há ainda poucas evidências de como exatamente estes fatores de repulsão e atração podem influenciar a opção das pessoas se juntarem a grupos extremistas ou cometerem atos de violência.

Prevenir o Extremismo Violento (PVE, sigla em inglês) corresponde a uma estratégia de resposta a essas principais causas através de abordagens não-opressivas. 

Alguns exemplos de como uma educação de qualidade pode contribuir para a prevenção do extremismo violento e responder ao fatores de "repulsão e atração" :

  • Currículo: os currículos devem encorajar múltiplas perspetivas e o desenvolvimento de competências de pensamento crítico. 
  • Professores, escolas e instituições educativas: os professores e professoras recrutadas devem representar a diversidade de grupos étnicos e pontos de vista de uma mesma sociedade. As escolas devem criar uma atmosfera de tolerância e harmonia. Devem procurar o envolvimento da comunidade, incluindo as instituições religiosas e políticas, e assumir-se como um espaço seguro para todos, incluindo as minorias.
  • Crianças e Jovens: a educação deve incluir as vozes de crianças e jovens e dar-lhes a eles algum poder sobre as suas próprias vidas. A educação deve apoiar cada criança enquanto pessoa com opiniões, necessidades e aspirações individuais.
  • Espaços seguros: as comunidades têm que garantir que as escolas são espaços seguros para discutir opiniões diferentes e ambientes seguros para aprender novas ideias e competências. 
  • Acesso: o acesso à educação tem de ser universal. O estatuto socioeconómico não pode ser uma barreira à educação de qualidade, assim como não o podem ser o género, a etnia ou a língua.

 

Esta coleção foi desenvolvida com o apoio de Peter Simms, Plan International Canada, e Laura Davison, INEE.

28 Setembro 2017 Livro Branco Rede Interinstitucional para a Educação em situações de Emergência (INEE)

Nota Temática: Prevenir o Extremismo Violento

A definição de extremismo violento não é consensual. Esta Nota Temática destaca alguns dos conceitos e definições mais utilizadas, ainda que a INEE não assuma uma posição em particular. Este documento apresenta, ainda, o pensamento atual e reflete a investigação mais recente sobre a temática, bem como dá exemplos de como a educação pode contribuir para a prevenção do extremismo violento.

1 Maio 2017 Vídeo Rede Interinstitucional para a Educação em situações de Emergência (INEE)

Prevenção de Extremismo Violento

O vídeo de 5 minutos apresenta algumas definições de PVE e faz referência ao papel da educação na promoção de ambientes inclusivos e equitativos, encorajando o pensamento crítico, promovendo a tolerância e o respeito pela tolerância.