Harmonização do Desenvolvimento Profissional no Setor da Educação em Situações de Emergência

Publicado by
Rede Interinstitucional para a Educação em situações de Emergência (INEE)
Written by
Jeffrey Dow, Susan Hirsch-Ayari
Publicado
Topic(s)
Desenvolvimento Profissional
Coerência entre Ação Humanitária e Desenvolvimento
Inglês
Francês
Espanhol
Português
Árabe

Muitas das atuais práticas de recrutamento e desenvolvimento profissional no setor da educação em situações de emergência (EeE) são fragmentado, não harmonizado e desvinculado dos princípios centrais da EeE - os Requisitos Mínimos da INEE. Esta fragmentação tem vindo a aprofundar-se à medida que o setor da EeE se tem expandido nos últimos anos, com mais atores, tanto nacionais como internacionais, a intervir para responder a crises agudas e prolongadas a nível global.

EiE Competency Framework POR cover imagePara resolver esta flagrante falta de harmonização, o Grupo de Trabalho da INEE sobre Requisitos e Práticas investiu tempo e conhecimentos consideráveis para desenvolver um quadro de competências de desenvolvimento profissional para o setor da EeE. Este novo Quadro de Competências da EeE, baseado nos contributos técnicos de um conjunto diversificado de membros do grupo de trabalho, procura fazê-lo:

Harmonizar Requisitos para Profissionais da EeE e Promover uma Melhor Profissionalização...

O Quadro procura harmonizar as competências e aptidões da EeE para as e os profissionais num formato claro, transparente e de fácil utilização. Estas aptidões e competências podem ser utilizadas de várias maneiras, incluindo: como referências para o recrutamento de recursos humanos, para apoiar a gestão do desempenho, e para melhorar a estruturação organizacional. A INEE está a promover estes requisitos através de vários fóruns de EeE a nível global, regional e nacional.

Criar e Promover a Utilização dos Requisitos Mínimos da INEE....

Os Requisitos Mínimos constituem a base fundamental do setor da EeE. É importante que estes requisitos sejam concretizados da forma mais ampla possível, de modo a melhorar a qualidade, a harmonização e a prestação de serviços críticos de EeE. O Quadro de Competências foi concebido para abranger e se ligar diretamente a todos os Requisitos Mínimos; reforçando-os e assegurando a sua utilização prática por todo o pessoal que trabalha no setor.

Criar um alicerce para uma Melhor Harmonização das Oportunidades de Desenvolvimento Profissional...

Harmonizar competências e aptidões irá permitir às e aos profissionais que se auto-avaliem e identifiquem as áreas em que desejam melhorar os seus conhecimentos, competências e práticas. Em apoio à auto-aprendizagem e como passo seguinte a ser tomado, a INEE está a trabalhar no mapeamento dos recursos de aprendizagem sem custos e disponíveis, diretamente ligados ao Quadro, para promover uma melhoria ao nível da capacitação para o pessoal da EeE.

Os e as membros do Grupo de Trabalho da INEE sobre Requisitos e Práticas estão entusiasmados por finalmente lançar o Quadro de Competências após anos de conceptualização, planeamento, contributos, desenvolvimento e testes. Este tem sido um "trabalho de amor" prolongado para o grupo - mas, ESPERE, ainda não terminámos! Estamos agora a trabalhar em formas inovadoras para assegurar uma melhor aceitação e utilização do Quadro para atores globais, regionais e nacionais...muito mais há para vir!
 
 
Jeffrey Dow é o Assessor Técnico Regional de Educação do International Rescue Committee (IRC) para a Ásia e co-coordenador do Grupo de Trabalho de Desenvolvimento Profissional do Grupo de Trabalho da INEE sobre Requisitos e Práticas. Começou a sua carreira como professor e formador de professores e professoras e é profundamente apaixonado pela melhoria da qualidade de ensino e aprendizagem das crianças afetadas por conflitos.
 
Susan Hirsch-Ayari é a Diretora do Middle East and Asia Portfolio na Creative Associates e co-coordenadora do Grupo de Trabalho de Desenvolvimento Profissional do Grupo de Trabalho da INEE sobre Requisitos e Práticas. Passou 30 anos como professora antes de trabalhar na educação internacional com a USAID e a UNICEF. O seu compromisso para com a educação em ambientes afetados por conflitos baseia-se no seu profundo conhecimento e experiência no trabalho com crianças, pais/mães e educadores e educadoras e com outros professores e professoras.