Grupos de Trabalho da INEE

Grupo de Trabalho sobre Requisitos e Práticas

O Grupo de Trabalho sobre Requisitos e Práticas da INEE (GTRP) é um grupo de 28 representantes de ONG, agências da ONU e académicos e académicas de todo o mundo, que trabalham em conjunto num quadro de resposta humanitária e de desenvolvimento para facilitar o acesso à educação de qualidade e em ambiente seguro para todas as pessoas em situações de emergência e recuperação pós-crises. O mandato do atual grupo atual (2018-2020) baseia-se nas realizações dos seus diferentes conjuntos de membros desde 2004, em torno de tópicos como a gestão de conhecimento, a capacitação, contextualização e aplicação dos Requisitos Mínimos da INEE. Mais ainda, o GTRP lidera os esforços da INEE para mobilizar conhecimento e desenvolver estratégias inovadoras para profissionalizar e desenvolver capacidades no campo da EeE. 

Prioridades e Objetivos:

De acordo com o seu mandato atual, o GTRP prioriza as seguintes áreas de trabalho: 

  1. Harmonização do desenvolvimento profissional das e dos profissionais de EeE
  2. Fortalecimento da monitorização e avaliação em EeE; 
  3. Melhoria da gestão do conhecimento em EeE.

Cada uma destas áreas de trabalho tem subjacente a missão constante do GTRP de defender os Requisitos Mínimos da INEE com o objetivo principal de continuar a operacionalizar esta ferramenta a nível global.

Estas prioridades também aumentam as prioridades estratégicas gerais da INEE, especialmente:

  • Prioridade estratégica 2: Fortalecer a capacidade de assegurar uma educação de qualidade, relevante, equitativa e em condições de segurança para todas as pessoas.

  • Prioridade estratégica 3: Garantir, coadjuvar e sistematizar conhecimento no sentido de informar políticas e práticas

Os e as membros do GTRP também continuam a dedicar a sua energia a áreas temáticas-chave, incluindo Professores e Professoras em Contextos de Crise (TiCC, acrónimo em inglês), Apoio Psicossocial e Aprendizagem Social e Emocional (AP-ASE) e Educação Sensível a questões de Conflitos (ESC).

Clique para consultar o Mandato do Grupo de Trabalho da INEE sobre Requisitos e Práticas (2018-2020).

Principais atividades:

  1. Grupo Colaborativo sobre Professores e Professoras em Contexto de Crise (TiCC, acrónimo em inglês): um grupo interdisciplinar constituído por membros dos diferentes grupos de trabalho da INEE, que se assume como um grupo de referência interinstitucional, dedicado a apoiar o desenvolvimento profissional de professores, professoras, e educadoras e educadores. Para saber mais sobre o trabalho realizado sobre TiCC, clique aqui.

  2. Educação Sensível às questões de Conflito: A INEE desenvolveu uma série de ferramentas e documentos de orientação que compõem o Pack da INEE sobre Educação Sensível às questões de Conflito para apoiar a integração da sensibilidade às questões de conflito nas políticas e programas de educação em contextos frágeis e afetados por crises, Em 2017, as e os membros dos Grupos de Trabalho sobre Requisitos e Práticas e sobre Política Educativa organizaram uma formação de formadores e formadoras em Educação Sensível às Questões de Conflito. O workshop de quatro dias foi organizado pela UNRWA, com o apoio da USAID e da EAA-PEIC. Quarenta profissionais da educação de agências que trabalham em ambientes afetados por conflitos participaram no workshop. A Formação de Formadores e Formadoras fez parte de uma iniciativa de capacitação da INEE em Educação Sensível às Questões de Conflito, que visa apoiar a integração de estratégias educativas sensíveis às questões de conflito na conceção de programas e políticas de agências que trabalham em ambientes frágeis e afetados por crises.

  3. Apoio Psicossocial (AP) e Aprendizagem Social e Emocional (ASE): Os e as membros dos Grupos de Trabalho sobre Requisitos e Práticas e sobre Política Educativa lideraram o desenvolvimento de vários recursos sobre apoio psicossocial e aprendizagem social e emocional, incluindo um Documento de Referência sobre Apoio Psicossocial (AP) e Aprendizagem Social e Emocional (ASE) para Crianças e Adolescentes e o Manual da INEE sobre Apoio Psicossocial. Visite a coleção da INEE sobre AP e ASE para descarregar estes recursos e obter mais informações.

 Principais Recursos:

  1. Requisitos Mínimos da INEE para Educação em Situações de Emergência
  2. Pack da INEE sobre Educação Sensível às questões de Conflito
  3. Pack de aprendizagam em pares sobre TiCC
  4. Pack de formação sobre TiCC
  5. Manual da INEE sobre AP-ASE

Membros do Grupo de Trabalho sobre Requisitos e Práticas, 2018-2020

SPWG
Grupo de Trabalho sobre Requisitos e Práticas 2018-2020
  • ChildFund International
  • Creative Associates International
  • FHI 360
  • Finn Church Aid
  • Cluster Global de Educação
  • Parceria Global para a Educação
  • Comité Internacional de Resgate
  • Serviço Jesuíta para os Refugiados (JRS) / Fordham University
  • Mavi Kalem Social Assistance and Charity Association
  • Conselho Norueguês para os Refugiados (NRC)
  • Oxfam IBIS
  • People in Need (PIN)
  • Plan Internacional Noruega
  • Reach Out to Asia, Education Above All
  • Relief International
  • RET International
  • Right To Play
  • RTI International
  • Save the Children Internacional
  • Save Youth Future Society
  • Teachers College, Columbia University
  • UNESCO
  • UNICEF
  • University of Geneva, InZone
  • UNRWA
  • USAID
  • War Child
  • Visão Mundial Internacional

Secretariado da INEE: Natalie Brackett, Coordenadora

Registos de Reuniões e Relatórios

História

A INEE estabeleceu primeiro um grupo de trabalho sobre requisitos mínimos em 2003 no sentido de supervisionar o desenvolvimento da principal ferramenta da Rede, os Requisitos Mínimos da INEE. Desde então, o GT foi reconstituído várias vezes para avançar, promover e expandir os esforços globais em torno dos Requisitos Mínimos, incluindo uma alteração na sua designação para Grupo de Trabalho sobre Requisitos e Práticas (GTRP) em 2016. Para obter mais informações sobre a história e o desenvolvimento dos Requisitos Mínimos da INEE, clique aqui.

Clique para ler sobre as principais conquistas deste grupo de trabalho entre 2004 e 2015.

Abaixo pode ler-se o foco do mandato de cada grupo de trabalho até ao momento:

  • 2015-2017: o GT liderou a mobilização do conhecimento em EeE, contextualização e implementação dos Requisitos Mínimos da INEE e desenvolveu estratégias inovadoras para profissionalizar e capacitar no âmbito da EeE, procurando ter um impacto claro a nível nacional e do terreno.

  • 2013-2015: o GT alargou o seu impacto no sentido de apoiar a política e a conceção de programas de educação em todas as fases de resposta a situações de emergência a nível nacional, através do uso dos Requisitos Mínimos da INEE, e para apoiar a gestão do conhecimento e o fortalecimento da base de evidências em torno da EeE através de investigação, avaliação e partilha de conhecimento.

  • 2011-2013: o grupo viu o seu mandato renovado e a sua constituição restruturada com o intuito de aprimorar o conhecimento e a implementação dos Requisitos Mínimos da INEE.

  • 2009-2011: o GT liderou o processo de atualização dos Requisitos Mínimos da INEE, a criação do Kit de Ferramentas da INEE, e apoiou a promoção e a aplicação mais ampla dos Requisitos.

  • 2005-2009: o GT tinha como missão supervisionar a promoção, formação, análise e implementação dos Requisitos Mínimos da INEE

Para obter mais informações sobre o Grupo de Trabalho sobre Requisitos e Práticas, entre em contacto connosco através do endereço: minimumstandards@inee.org.