Grupos de Trabalho da INEE

Grupo de Trabalho sobre Política Educativa

O Grupo de Trabalho da INEE sobre Política Educativa (GTPE) foi constituído no sentido de facilitar a coordenação interinstitucional na promoção de iniciativas e ações colaborativas relacionadas com as políticas educativas em contextos afetados por crise e conflitos. No seio do GTPE, a INEE promove a colaboração entre 27 organizações membro deste mesmo grupo de trabalho e coordena a recolha e sistematização de um conjunto de evidências e conhecimentos que servem de base à formulação das políticas, ao planeamento e práticas dos ministérios de educação, entidades doadoras, profissionais do terreno e agências de implementação em contextos afetados por crises.

Membros do Grupo de Trabalho sobre Política Educativa 2018-2020

INEE Education Policy Working Group 2018-2020
Grupo de Trabalho sobre Política Educativa 2018-2020
  • Agência Francesa de Desenvolvimento
  • Education Development Center (EDC)
  • Comissão Europeia
  • FHI 360 
  • Finn Church Aid 
  • GIZ 
  • Cluster Global de Educação
  • Relatório de Monitorização Global da Educação, UNESCO 
  • Parceria Global para a Educação
  • Comité Internacional da Cruz Vermelha
  • Comité Internacional de Resgate
  • Jusoor 
  • NORRAG 
  • Plan Internacional Canadá 
  • Porticus 
  • RET International 
  • Save the Children 
  • Agência Suiça de Desenvolvimento e Cooperação
  • UNESCO 
  • Instituto de Planeamento da Educação, UNESCO  
  • ACNUR
  • UNICEF 
  • University of Massachusetts Amherst 
  • University of Massachusetts Boston 
  • USAID 
  • Banco Mundial
  • Visão Mundial Internacional

Ponto focal do Secretariado da INEE: Margi Bhatt, Coordenadora, Política Educativa

Prioridades e Objetivos

Durante o mandato 2018-2020, o trabalho do GTPE mantém-se focado nas seguintes áreas temáticas:

  1. Educação Alternativa
  2. Resultados de Aprendizagem equitativa e de qualidade
  3. Sistemas Educativos seguros e resilientes
  4. Coerência entre Ação Humanitária e Desenvolvimento

Estas áreas temáticas foram identificadas pelos membros do Grupo de Trabalho como sendo aquelas em que existem maiores lacunas ao nível das políticas de EeE e aquelas em que a INEE e o GTPE, especificamente, podem acrescentar mais valor. A decisão de dar enfoque a estas áreas foi tomada com base no Quadro Estratégico da INEE 2018-2023 e num conjunto de recomendações do GTPE 2014-2017.

No âmbito do seu mandato 2018-2020, as e os membros do GTPE colaboram ainda com membros dos outros Grupos de Trabalho da INEE, nomeadamente, o GT sobre Advocacy e o GT sobre Requisitos e Práticas. Organizados em grupos colaborativos temáticos, as e os membros dos três GT trabalham sobre questões como: Dados e Evidências, Apoio Psicossocial e Aprendizagem Social e Emocional (AP-ASE), e Professoras e Professores em Contextos de Crise (TiCC, acrónimo em inglês).  

Consulte os detalhes do Mandato do Grupo de Trabalho sobre Política Educativa da INEE (2018-2020) aqui.

Atividades atuais do GTPE (atualizado em junho de 2020)

  1. Educação Alternativa – no âmbito deste eixo de trabalho do GTPE está a ser desenvolvido um Documento de Referência e um Documento de Questões e Considerações sobre educação alternativa no âmbito da educação em situações de emergência. Este trabalho visa articular os diferentes constrangimentos existentes enfrentados pelas e pelos adolescentes e jovens no acesso à educação alternativa contínua, de qualidade e acreditada . O Documento de Referência constrói uma linguagem e compreensão comuns em torno da educação alternativa através do desenvolvimento de uma taxonomia, e o Documento de Questões e Considerações fornece recomendações mais específicas às decisoras e decisores políticos e prestadores de serviços educativos sobre como melhorar a disponibilidade e acesso; relevância e qualidade; e legitimidade e acreditação da educação alternativa em contextos afetados por crises e conflitos.
     
  2. Resultados de Aprendizagem equitativa e de qualidade - este grupo de trabalho publicou um mapeamento dos quadros de medição académicos (literacia e numeracia) e de AP e ASE e ferramentas de avaliação, que contém uma análise da ligação dos quadros e ferramentas às Agendas globais (por exemplo, ODS, Parceria Global para a Educação) sobre aprendizagem de qualidade. Encontre aqui os exercícios de mapeamento e um webinar de acompanhamento. O objetivo final do exercício de mapeamento e do documento político em curso (na fase inicial) é criar uma compreensão partilhada dos resultados de aprendizagem de qualidade equitativa e da sua medição nos programas de educação no contexto humanitário e de desenvolvimento.
     
  3. Sistemas Educativos seguros e resilientes - este grupo de trabalho está a realizar um exercício de mapeamento sobre a medição das intervenções de proteção relacionadas com a escola, abordando os riscos externos em contextos afetados por conflitos armados e violência. O objetivo deste trabalho é fornecer recomendações sobre formas de gerar evidências consistentes acerca do impacto das intervenções de proteção relacionadas com a escola, e que tenham impacto: (a) no acesso à educação e (b) na qualidade do ambiente de aprendizagem.
     
  4. Grupo de Trabalho sobre Coerência entre Ação Humanitária e Desenvolvimento - o objetivo deste grupo é desenvolver um conjunto de materiais que servirão de base às e aos membros da INEE para tomar medidas coletivas e de advocacy para aumentar a coerência na educação em todo o espectro de ação humanitária e de desenvolvimento de políticas e programas. O conjunto de materiais inclui um Relatório que visa descrever desafios e oportunidades para reforçar a coerência, e uma Chamada para a Ação, que dá exemplos de ações que podem ser tomadas pelas partes interessadas para reforçar os esforços de coerência com base num conjunto de princípios. 

Relatórios e notas das reuniõe

Principais Recursos

História

Nos últimos dez anos, este grupo de trabalho teve três mandatos e, respetivamente três conjuntos diferentes de membros. Anteriormente designado como Grupo de Trabalho sobre Educação e Fragilidade, o atual Grupo de Trabalho da INEE sobre Política Educativa tem vindo a apoiar a construção de evidências, o diálogo e a influência política em várias áreas e tópicos relacionados com a disponibilização de educação para crianças e jovens em contextos frágeis e afetados por crises: 

  • Entre 2014 e 2017, o Grupo de Trabalho sobre Educação e Fragilidade ainda que dando continuidade ao mandato anterior, mudou a sua designação para Grupo de Trabalho sobre Política Educativa, facilitando a aprendizagem e a capacitação em abordagens educativas sensíveis às questões de conflito. Este Grupo viria também a estabelecer novas bases na construção de evidências sobre apoio psicossocial e aprendizagem socioemocional, promovendo a partilha de conhecimentos sobre políticas que pautam a educação para pessoas deslocadas forçosamente e permitindo o diálogo e a construção de evidências sobre o papel da educação na prevenção do extremismo violento e da violência urbana.
  • Em 2011, o mandato do GTEF foi renovado, com o objetivo de facilitar a aprendizagem e o diálogo sobre o papel da educação na construção do estado e da paz, além de promover abordagens sensíveis às questões de conflito na educação em contextos frágeis.

  • Em 2008, o Grupo de Trabalho sobre Educação e Fragilidade (GTEF) foi estabelecido como um mecanismo interinstitucional no sentido de congregar as partes interessadas nacionais e regionais e assim fortalecer a base de evidências sobre Educação e Fragilidade, determinar modalidades efetivas de financiamento da educação em contextos frágeis, e promover ações de advocacy pelo direito educação e, portanto, promover mudanças nas políticas.

Clique nestes seguintes links para saber mais sobre as áreas de trabalho e resultados concretos dos grupos de trabalho anteriores: GTPE 2014-2017; GTEF 2011-2014; GTEF 2008-2011

Para mais informação sobre este Grupo de Trabalho, contacte-nos através do endereço: educationpolicy@inee.org.