Artigo

Além dos números: o uso e a utilidade dos dados para a educação em situações de emergência

Reconhecendo a falta de conhecimento sobre como melhorar os sistemas de dados para educação em situação de emergência (EeE), examinamos neste artigo de que forma os profissionais de EiE utilizam os dados e o torna os dados “úteis” para eles. Com base em 48 entrevistas semiestruturadas a partir de uma amostra objetiva de profissionais que trabalham no campo EeE nos sectores humanitários, de desenvolvimento, e de estabilização, exploramos as principais formas de utilização dos dados pelos profissionais EeE. Através da codificação indutiva e emergente, identificamos os temas principais, os quais depois desagregamos por sector e papel dos participantes nas operações da EeE. As nossas conclusões indicam que existe uma necessidade comum entre sectores de dados que informam as operações. No entanto, as e os participantes que trabalham a nível nacional ou local falaram mais das utilizações operacionais dos dados e menos das utilizações estratégicas, tais como a definição de políticas e a defesa de interesses. Entretanto, houve uma ênfase notável entre os atores interessados a nível global no reforço dos sistemas de dados e das suas utilizações estratégicas. Neste artigo, destacamos também os múltiplos fatores não técnicos que moldaram as perceções de utilidade das e dos participantes, incluindo a politização dos dados, a perícia dos utilizadores na análise e as relações pessoais e institucionais. Defendemos que as conversas sobre a melhoria dos dados para utilização na EeE não devem se concentrar exclusivamente em ferramentas ou técnicas, mas também em pessoas, instituições e contexto.

DOI: https://doi.org/10.33682/tgfd-m9eg

Informação sobre o Recurso

Publicado

Publicado por

Journal on Education in Emergencies (JEiE)

Criado por

Elizabeth Buckner, Daniel Shephard, e Anne Smiley

Tema(s)

Investigação e Evidências
Dados